top of page
  • willyanfarias

Gerenciamento da Postura de Segurança da Nuvem (CSPM)

Você sabe o que é CSPM - Gerenciamento da Postura de Segurança na Nuvem? Esse é a solução que garante que problemas de configuração em sistemas de nuvem pública sejam identificados e corrigidos.


O CSPM é essencial atualmente, afinal o armazenamento de dados em nuvem está cada vez mais comum e fácil de ser realizado.


Enquanto que os provedores de nuvem precisam proteger a infraestrutura do armazenamento, o usuário é quem configura os serviços. Portanto, há riscos de segurança que precisam ser compreendidos e eliminados.


Neste artigo você vai entender o que é CSPM, a sua importância, o seu funcionamento e por fim os recursos disponíveis.





O que é CSPM - Gerenciamento da Postura de Segurança na Nuvem


Uma solução CSPM é capaz de identificar e corrigir riscos de segurança na nuvem. Isso é possível pois o monitoramento é contínuo, e as configurações feitas pelo usuário são avaliadas constantemente.


Ter uma solução como essa na sua empresa é importante porque é comum que as configurações de armazenamento na nuvem contenham erros. Portanto, a segurança de dados é prejudicada, o que pode resultar em grandes problemas para o negócio.


Os principais usos de um CSPM incluem a avaliação dos riscos e sua visualização. Além disso, a resposta a incidentes que sejam identificados, a recomendação de remediação ao identificar pontos fracos da nuvem e o monitoramento de conformidade.


Por fim, também é possível realizar integração com DevOps para infraestruturas híbridas ou multi-nuvem.


Qual é a importância de um CSPM


Os riscos relacionados a segurança na nuvem estão aumentando conforme mais pessoas e empresas utilizam este serviço de armazenamento.


Você provavelmente utiliza a nuvem no seu celular e computador para questões pessoais e profissionais. Afinal essa é uma solução muito fácil e simples de utilizar.


Da mesma forma, cada vez mais empresas utilizam a nuvem para deixar seus documentos e dados guardados. Ainda que os vazamentos de dados sejam comuns, muitas vezes o que acontece é algum erro de configuração de segurança da nuvem por parte das empresas.


Além disso, o risco de ataques intencionais também aumenta conforme mais pessoas e organizações utilizam a nuvem.


Para reduzir estes riscos e melhorar a segurança da nuvem, uma solução CSPM é necessária. Assim, ao contratar um CSPM, a sua empresa se protegerá de diversos problemas, conforme listado a seguir.


O primeiro são erros de configuração, além de falta de criptografia, problemas de gerenciamento de chaves de criptografia, problemas legais de compliance e APIs sem segurança.


Além destes, um bom CSPM vai evitar o sequestro de contas, compartilhamento externo de dados e uso impróprio de dados de acesso.


Como funciona o CSPM


Erros de configuração da nuvem podem colocar a sua infraestrutura de segurança em risco. E para diminuir esses riscos uma solução CSPM pode auxiliar.


O CSPM é capaz de identificar rapidamente erros de configuração que resultem em situações fora dos requisitos de segurança. Então, você pode considerar as recomendações e eliminar os riscos e possibilidade de ataques identificados.


Através de um CSPM a sua empresa terá maior visibilidade dos ativos e configurações da nuvem. Esse resultado acontece porque o CSPM estabelece uma fonte única de informações nos ambientes cloud.


Dessa forma, é possível identificar de forma automática os problemas de configurações e alterações de segurança. Apesar dessa ser uma funcionalidade muito importante do CSPM, também é possível gerenciar políticas de segurança em contas, redes virtuais e projetos.


Adicionalmente, é possível monitorar armazenamento de dados e verificar níveis de permissão do banco de dados. Fazendo, assim, um completo gerenciamento da segurança da nuvem.


Entenda os recursos do CSPM


O funcionamento de um CSPM acontece através de 5 recursos principais: visibilidade, monitoramento contínuo, detecção e proteção a ameaças, fluxos de remediação e processo de hardening.


Visibilidade


Visibilidade é crucial na gestão da postura de segurança da nuvem. Com a falta de centralização, identificar configurações incorretas torna-se desafiador. O CSPM resolve isso, proporcionando uma visão abrangente da infraestrutura de nuvem da organização.


O CSPM oferece informações detalhadas, resumindo problemas em SaaS, IaaS e PaaS, reduzindo riscos e assegurando conformidade. Além disso, fornece pontuações de segurança, risco e recomendações de ação, promovendo uma abordagem proativa à segurança.


Essa é uma ferramenta valiosa pois detecta recursos mal configurados, possibilitando aos administradores de segurança a visibilidade necessária para triagem e resolução eficaz de problemas na segurança da nuvem.


Monitoramento contínuo


Monitoramento contínuo é essencial para um gerenciamento eficaz da estratégia de segurança na nuvem. A avaliação constante é a chave para eliminar erros de configuração na infraestrutura, garantindo a integridade e segurança dos recursos na nuvem.


Com um CSPM abrangente, você pode monitorar servidores, implementando medidas personalizadas de segurança e acesso. O monitoramento contínuo oferece tranquilidade para quem utiliza a solução. Assim, assegurando que sua infraestrutura na nuvem esteja constantemente protegida contra ameaças e configurações inadequadas.


Detecção e proteção a ameaças


A detecção de ameaças na nuvem proporciona uma identificação precoce de vulnerabilidades, preservando a integridade da rede. Ferramentas CSPM, muitas vezes, priorizam alertas, categorizando ameaças, além de mostrar quais ativos são afetados, como contas e usuários individuais.


Essas soluções monitoram continuamente o ambiente em busca de atividades maliciosas, identificando riscos de conformidade e segurança na nuvem. Além disso, incorporam informações sobre ameaças, permitindo a identificação e priorização de alertas. A integração com outras ferramentas amplia a capacidade de capturar contexto e insights, aprimorando a detecção de ameaças e a resposta a incidentes.


Fluxos de remediação


Fluxos de remediação automatizados são uma vantagem significativa proporcionada pelo CSPM, otimizando o uso de tempo e recursos da sua organização.


A remediação automática permite que analistas concentrem-se em desafios mais complexos de segurança, enquanto o CSPM lida eficientemente com a resolução de problemas.


A resposta a incidentes é uma parte essencial desse processo, analisando como as ameaças são detectadas, controladas e corrigidas.


Com os fluxos de remediação automatizados do CSPM, sua organização fortalece sua capacidade de resposta a incidentes, garantindo uma abordagem eficaz e ágil diante de ameaças na nuvem.


Processo de hardening


Por fim, o último recurso é o processo de hardening. De forma geral, esse procedimento envolve mapear ameaças, mitigar riscos e executar atividades corretivas para fortalecer a infraestrutura contra tentativas de ataque.


No contexto da cibersegurança, o hardening busca mapear e reduzir ameaças e vulnerabilidades em sistemas, aplicações, infraestruturas e redes. O CSPM integra-se naturalmente a esse processo, oferecendo uma visão abrangente e contínua da postura de segurança na nuvem.


Ao utilizar o CSPM no processo de hardening, as organizações garantem a execução de boas práticas e ações que tornam mais desafiador para hackers ou ciberameaças explorar brechas em seus ambientes digitais. Isso resulta em uma infraestrutura mais robusta e preparada para enfrentar potenciais ataques.


A utilização de uma solução de Gerenciamento da Postura de Segurança da Nuvem


A importância do CSPM para a segurança da nuvem é evidente. Essa ferramenta oferece visibilidade, monitoramento contínuo, detecção e proteção contra ameaças, além de fluxos de remediação automatizados e integração ao processo de hardening.


Nesse sentido, o CSPM emerge como uma peça-chave na defesa proativa contra os desafios crescentes da segurança cibernética na nuvem. Sua abordagem abrangente e eficaz é essencial para garantir a integridade e segurança dos recursos na nuvem, proporcionando tranquilidade e confiança às organizações.

13 visualizações
bottom of page