top of page
  • Foto do escritorMarketing Intelliway

ANPD recebe a Coalizão Direitos na Rede para tratar do Marco Legal da Inteligência Artificial

Essa é a Newsletter da Intelliway sobre as tendências da tecnologia, abrangendo Inteligência Artificial, Cyber Security e GRC. Compartilhe com a sua rede!


Confira as notícias:


⭕️ MITRE ATT&CK®: A relação entre Forense Digital e Segurança Cibernética

Google Bard lança atualização para criar e debugar código

💬 Startup Stability AI lança modelo de linguagem open source para competir com o GPT-4 da OpenAI

🔐 OpenAI tem prazo para cumprir leis de proteção de dados na Europa

🔔 Comitê europeu de proteção de dados cria força-tarefa para lidar com ChatGPT

💰 ChatGPT pode ser usado para previsão do mercado de ações

🔎 Yokosuka é a primeira cidade do mundo a adotar o ChatGPT em seus escritórios do governo

💻 ANPD recebe a Coalizão Direitos na Rede para tratar do Marco Legal da Inteligência Artificial


MITRE ATT&CK®: A relação entre Forense Digital e Segurança Cibernética


Neste vídeo, você irá aprender sobre o Princípio de Locard e como ele se relaciona com a cibersegurança no setor da forense digital. Além disso, irá entender o que é o MITRE ATT&CK, como ele funciona e como pode ajudar na segurança cibernética da sua empresa.



Google Bard lança atualização para criar e debugar código


O Google Bard, chatbot rival do ChatGPT desenvolvido pelo Google, acaba de ganhar uma nova atualização que o torna mais poderoso e versátil. Agora, o chatbot oferece suporte a mais de 20 linguagens de programação, incluindo C++, Go, Java, JavaScript, Python e TypeScript, além de transpilação entre linguagens e escrita de funções para o Google Sheets por meio de linguagem natural.


A novidade foi divulgada pelo site TechCrunch e é uma excelente notícia para quem utiliza o Google Bard como ferramenta de suporte para desenvolvimento de software. A capacidade de gerar e debugar código em várias linguagens é uma grande vantagem para profissionais e estudantes da área de tecnologia.


Startup Stability AI lança modelo de linguagem open source para competir com o GPT-4 da OpenAI

A Stability AI, startup por trás do Stable Diffusion, lançou recentemente seu próprio modelo de linguagem open source, chamado de StableLM. Em versões alfa com 3 e 7 bilhões de parâmetros, o StableLM é capaz de gerar tanto código quanto texto, competindo diretamente com o tão aguardado GPT-4 da OpenAI.


Segundo a Stability AI, o StableLM prova que "modelos pequenos podem oferecer alto desempenho com o treinamento adequado". Um modelo ainda maior, com 65 bilhões de parâmetros, está previsto para ser lançado em breve. Essa novidade é um avanço para a comunidade de inteligência artificial, fornecendo uma nova opção de modelo de linguagem open source para desenvolvedores e pesquisadores em todo o mundo.


OpenAI tem prazo para cumprir leis de proteção de dados na Europa


A OpenAI, empresa criadora do ChatGPT, tem até o final do mês para cumprir as leis europeias de proteção de dados, ou correr o risco de multa e banimento em todo o continente. A empresa precisará provar como dados pessoais, coletados durante o treinamento do ChatGPT, estão conforme a legislação europeia de proteção de dados.

A empresa deve demonstrar como esses dados recaem sob o argumento de "interesse legítimo" ou solicitar consentimento e permitir que as pessoas possam excluir suas informações do sistema. A implementação de medidas efetivas para garantir a proteção de dados pessoais é essencial para que empresas possam manter a confiança e respeito de seus usuários, assim como cumprir com suas obrigações legais e regulatórias.


Comitê europeu de proteção de dados cria força-tarefa para lidar com ChatGPT


O ChatGPT, um chatbot da OpenAI, está sendo investigado na Itália e na Espanha por possíveis violações das leis de proteção de dados europeias. Em resposta, o Comitê Europeu para a Proteção de Dados (CEPD) decidiu criar uma força-tarefa dedicada a promover a cooperação e troca de informações sobre ações sendo tomadas por autoridades de proteção de dados europeias em relação ao ChatGPT. O grupo irá atuar em paralelo às investigações em andamento e poderá coordenar a aplicação do Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR) em relação ao ChatGPT em todo o bloco. A OpenAI já recebeu demandas da autoridade italiana para se adequar às normas do GDPR, incluindo a necessidade de ser transparente sobre os dados processados e adotar medidas para proteger os dados de menores de idade. A empresa precisa se adequar à maioria dessas demandas até 30 de abril de 2023, com algumas exceções. A empresa deve apresentar até 15 de maio um plano de implementação de um novo sistema de verificação de idade, que precisará estar pronto até 30 de setembro.


ChatGPT pode ser usado para previsão do mercado de ações


Pesquisadores da Universidade da Flórida destacaram o potencial do ChatGPT como ferramenta para previsão do mercado de ações. O sistema foi avaliado para determinar o sentimento de manchetes de notícias e o desempenho histórico das ações, descobrindo correlações estatisticamente significativas.


O ChatGPT foi o único modelo que apresentou resultados positivos, o que pode ser atribuído à sua capacidade de compreender nuances e sutilezas nas notícias. Esse estudo mostra o potencial da tecnologia de inteligência artificial para análise de dados financeiros e previsão do mercado de ações, o que pode ser valioso para investidores e profissionais do mercado financeiro.


Yokosuka é a primeira cidade do mundo a adotar o ChatGPT em seus escritórios do governo


Yokosuka, no Japão, se tornou a primeira cidade a adotar o ChatGPT em seus escritórios do governo. De acordo com o site JapanTimes, um teste de um mês envolvendo 4.000 funcionários tem como objetivo usar o chatbot para responder perguntas, compor frases, traduzir palavras e resumir artigos.


Essa iniciativa visa aumentar a eficiência e permitir que os funcionários se concentrem em trabalhos que apenas humanos podem realizar. Embora o ChatGPT ainda não seja capaz de substituir empregos governamentais, o uso do chatbot para aprimorar fluxos de trabalho em meio a uma população em declínio é uma jogada inteligente da cidade e espera-se que outras cidades provavelmente a seguirão em breve.


ANPD recebe a Coalizão Direitos na Rede para tratar do Marco Legal da Inteligência Artificial


A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) recebeu representantes da Coalizão Direitos na Rede (CDR), que tem mais de 50 organizações com o objetivo de defender princípios como liberdade de informação e expressão, privacidade, dados pessoais, entre outros. O objetivo da reunião foi estreitar o relacionamento entre a ANPD e os representantes do grupo que trata sobre Inteligência Artificial da CDR, abrindo um espaço de articulação entre as entidades e reforçando o espaço de abertura para diálogos técnicos desenvolvidos pela sociedade civil. O Diretor-Presidente da ANPD enfatizou a importância dessa aproximação para que a autoridade possa colaborar na construção de normativos que protejam não só o titular de dados pessoais, mas também seus direitos frente às organizações que utilizam Inteligência Artificial. Nos últimos meses, a regulação da Inteligência Artificial tem sido um assunto importante no Judiciário e no Legislativo brasileiro, sendo de suma importância que haja um amplo debate sobre o tema e maior participação de diversos setores interessados para a elaboração de projetos que visam regular o tema no país. Os representantes da CDR enfatizaram a importância de criar canais de diálogos perenes entre os diferentes setores e trabalhar na soma de esforços para a garantia de direitos. Na reunião estiveram presentes representantes da ANPD e da CDR.



Obrigado pela leitura e nos vemos novamente em 7 dias!


Gostou da newsletter? Então segura essa notícia maravilhosa:


Com a curadoria da Intelliway, você pode receber quinzenalmente em sua caixa de e-mail, um resumo das principais notícias e tendências da tecnologia. Envie para um colega de trabalho, para o amigo da faculdade. É para todo mundo!

Um grande abraço do time IntelliFeeds.

226 visualizações
bottom of page